POLÍTICA sansaomachava

Procurador Geral dos EUA autoriza investigações a fraude eleitoral

O procurador geral dos Estados Unidos, William Barr, autorizou ontem, segunda-feira (9), a todos os procuradores federais do país a investigarem possíveis irregularidades registadas nas eleições da terça-feira passada (3).

Barr assegurou que não se tratava de uma indicação de que o Departamento de Justiça tenha provas de casos genuínos durante as eleições, e sim libera os funcionários de antigas restrições a esse tipo de investigação, em meio a denúncias dos republicanos de que houve votos ilegais e irregularidades na apuração.

“Visto que a votação foi concluída, eu os autorizo a investigar denúncias substanciais de irregularidades na votação e no processo de recontagem, antes da certificação das eleições em suas jurisdições em certos casos” determinou Barr.

O procurador que foi nomeado por Donald Trump, disse aos procuradores federais que “as investigações só serão conduzidas caso houver denúncias claras e aparentemente confiáveis de irregularidades que, caso comprovadas, poderiam ter impacto potencial no resultado da eleição federal em um determinado Estado”

Advertisement
.

Importa referir, que as investigações de fraude são de competência dos Estados, que estabelecem suas regras. A política do Departamento de Justiça tem sido evitar qualquer envolvimento federal até que as apurações sejam certificadas; as recontagens, concluídas; e as disputas, encerradas.

Advertisement
Advertisement
Loading...

Editor chefe do Moz Massoko, empreendedor digital, Trabalho também com marketing de afiliados, nos tempos livres gosto de aprofundar os meus conhecimentos sobre internet Marketing. | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: