POLÍTICA sansaomachava

Trump demite o secretário de Defesa após se recusar a usar militares para repelir manifestantes

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, demitiu ontem, segunda-feira (9), Mark Esper, do posto de secretário de Defesa e nomeou Christopher Miller, que desempenhava a função de diretor do Centro Nacional Antiterrorismo.

O Republicano usou a segundo maior rede social do mundo, Twitter, para anunciar a demissão.

Miller torna-se assim, no quinto chefe do Pentágono da administração Trump, depois do ex-general da marinha Jim Mattis, do engenheiro da Boeing Patrick Shanahan e do chefe da marinha Richard Spencer, que assumiu brevemente a pasta enquanto a confirmação de Esper no Senado era esperada para julho de 2019.

Ele será secretário de defesa interino até 20 de janeiro, quando o novo governo toma posse.

Advertisement

O agora ex-secretário tinha discordado do presidente em relação ao uso de uma lei que permite que os militares sejam mobilizados para impedir a onda de protestos contra o racismo e a brutalidade policial que abalaram o país, o que estremeceu a relação entre eles.

A demissão de Esper já vinha sendo antecipada há alguns dias pela imprensa dos Estados Unidos, em meio à apuração de votos da eleição presidencial na qual Trump saiu perdedor.

Advertisement
Advertisement
Loading...

Editor chefe do Moz Massoko, empreendedor digital, Trabalho também com marketing de afiliados, nos tempos livres gosto de aprofundar os meus conhecimentos sobre internet Marketing. | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: