POLÍTICA sansaomachava

Cerca de 500 moçambicanos repatriados pelas autoridades sul-africanas chegam ao país

Autoridades Sul-africanas repatriaram ontem cerca de quinhentos Moçambicanos que viviam ilegalmente naquele país.

Este é o sexto grupo de repatriados na sequência do endurecimento das medidas de prevenção da Covid-19, na África do Sul.

Maior parte dos repatriados, entre homens e mulheres, encontravam-se nos centros de retenção nos arredores de Johannesburg, por terem sido identificados como ilegais na vizinha África do sul.

Nesta operação os cidadãos moçambicanos foram transportados em oito autocarros e quatro viaturas ligeiras, disponibilizadas pelo governo sul-africano.

O director provincial de saúde de Maputo disse que todos os cidadãos repatriados foram submetidos ao rastreio de novo coronavírus.

Advertisement

Daniel Chemane assegurou que condições estão a ser criadas para que os repatriados cumpram com a quarentena obrigatória de 14 dias, nas suas residências.

Números contabilizados indicam que desde o endurecimento das medidas de prevenção da Covid-19 na África do sul, foram repatriados de Abril a esta parte, mil trezentos e oitenta e um moçambicanos.

Fonte: RM

Advertisement
Advertisement

| Website

Editor chefe do Moz Massoko, empreendedor digital, Trabalho também com marketing de afiliados, nos tempos livres gosto de aprofundar os meus conhecimentos sobre internet Marketing.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: