Jogadores da Seleção da Guiné-Bissau sofrem intoxicação alimentar em Marrocos

Cerca de 25 jogadores da Seleção da Guiné-Bissau, incluindo a equipa técnica, passaram mal com vômitos e diarreias devido a uma intoxicação alimentar, após um jantar na noite de ontem, terça-feira (5), em Marrocos.

“JOGADORES DA SELEÇÃO NACIONAL TIVERAM UMA INDISPOSIÇÃO E GUINÉ-BISSAU CORRE RISCO DE NÃO JOGAR
Todos os 25 jogadores a disposição do mister Baciro Candé estão com vômito e diarreia após o jantar desta noite.
Igualmente os elementos da equipa técnica se encontram na mesma situação.
Do momento os jogadores estão a ser transportados para hospital afim de obterem cuidados mais intensivos.
Os responsáveis da FFGB tentaram sem sucesso até ao momento contactar o comissário do jogo, de nacionalidade serraleones”, pode ler-se na página oficial da Federação de Futebol da Guiné-Bissau.

https://twitter.com/PatrickJuillard/status/1445668704922923010

De acordo com o presidente da Federação de Futebol da Guiné-Bissau, Carlos Teixeira, a seleção poderá faltar ao jogo para a qualificação do Mundial Qatar 2022 marcado para hoje, Quarta-feira (6).

“Nestas condições, não vou mandar os jogadores para o campo, seria um ato criminoso da minha parte”, disse Carlos Teixeira, citado pela Lusa.

Um dos membros da equipa técnica, João Moreira Silva, disse que alguns jogadores começaram a passar mal no decorrer do jantar.

“Fomos jantar e mesmo no decorrer do jantar já existiam alguns jogadores que não se estavam a sentir bem, estavam a sentir-se estranhos. No final do jantar houve jogadores que começaram a vomitar. Entretanto viemos para os quartos, fazer o recolher normal, e todos, sem exceção, estávamos com o estômago muito inchado, os jogadores a vomitar, alguns sangue, e com diarreias brutais”, disse João Moreira Silva.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: