ÚLTIMA HORA sansaomachava

ÚLTIMA HORA: Jean Boustani diz que Filipe Nyusi Recebeu 1 milhão de dólares das Dívidas Ocultas

Durante o Julgamento sobre as Dívidas Ocultas que decorre nos Estados Unidos, o Juiz William F. Kunitz II obrigou Jean Boustani a descrever as pessoas na lista do email em anexo. Sem Papas Na língua, o empresário libanês mencionou nome de todos os envolvidos, numa lista que inclui o nome do atual Presidente da República de Moçambique, Filipe Jacinto Nyusi, avançou a CIP.

De acordo com a mesma fonte, Boustani assegurou que o Nuy ou seja Filipe Nyusi, recebeu suborno de 1 milhão de dólares da Privinvest, e Armando Inroga também recebeu 1 milhão de dólares das dívidas ocultas.

“Nuy é o actual presidente de Mocambique, Filipe Jacinto Nyusi. Pagamos-lhe 1 milhão de dólares como contribuição para a sua campanha eleitoral (em 2014)”, disse Jean Boustani.

O dinheiro para Nyusi foi enviado a uma empresa chamada Sunflower International, com sede em Abu Dhabi, como mostra o anexo.

Eis a descrição dos nomes e números na lista:

A: 4 são 4 milhões de dólares pagos ao partido Frelimo para apoiar a campanha eleitoral;

Teo: 8.5 – são 8.5 milhões de dólares para Teófilo Nhangumele como remuneração a intermediação;

Bruno: 8.5, são 8.5 milhões de dólares para Bruno Langa como remuneração a intermediação;

Chopstick: 7 – são 7 milhões de dólares para Manuel Chang mas apenas pagamos 5. Era para apoiar sua campanha eleitoral a deputado e paraobter licença para abrir o seu banco;

Advertisement

Esalt: 3 – são três milhões de dólares para Isaltina Lucas e uma parte era para o seu irmão que é director no Maputo Port Development Company (MPDC);

Ros: 15, são 15 milhões de dólares para António Carlos do Rosário para o seu projecto imobiliário em Maputo;

Ros 2: 1 – são 1 milhão de dólares para Rosário (Cipriano) Mutota;

Prof: 1 – são 1 milhão de dólares para o professor António Matusse para o seu investimento em uma empresa de rubis;

Euge: 1 – são 1 milhão de dólares para Eugénio Matlaba;

Inro: 1 – são 1milhão de dólares para o antigo Ministro da Indústria e Comércio, Armando Inroga;

DG: 13 – são 13 milhões de dólares para Gregório Leão, antigo dirctor do SISE, para apoiar os serviços secretos;

Nuy: 1 – são 1 milhão de dólares para o actual presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, como contribuição para a sua campanha eleitoral.

Advertisement
Advertisement
Loading...

Editor chefe do Moz Massoko, empreendedor digital, Trabalho também com marketing de afiliados, nos tempos livres gosto de aprofundar os meus conhecimentos sobre internet Marketing. | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: