POLÍTICA sansaomachava

“Mariano Nhongo Escolheu o Fim que teve” disse Mia Couto

Durante o lançamento do seu livro de contos intitulado “o Caçador de Elefantes Invisíveis”, Mia Couto juntou-se ao Grupo de personalidades que se manifestaram sobre a morte do líder da Junta Militar do maior partido da oposição no país, Mariano Nhongo.
O escritor moçambicano disse que o governo deu todas as possibilidades ao antigo braço direito de Afonso Dhlakama para dialogar.
“Não se pode legitimar esta via de que, alguém que esteja em discordância com o governo, fabrica uma pequena guerra e depois tenta com isso obter vantagem política. Está aberta em Moçambique uma democracia em que as pessoas podem participar de uma outra maneira, cívica se usar a violência. Portanto eu acho que infelizmente, foi ele próprio, o Nhongo, escolheu este fim “
Advertisement
disse Mia Couto, citado Pela Rádio Moçambique.
Advertisement
Advertisement

| Website

Editor chefe do Moz Massoko, empreendedor digital, Trabalho também com marketing de afiliados, nos tempos livres gosto de aprofundar os meus conhecimentos sobre internet Marketing.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: