POLÍTICA sansaomachava

Justiça angolana manda fechar templos da Igreja Universal, sob acusação de atividades criminosas

A justiça Angolana mandou fechar vários locais de adoração da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), sob acusação de fraude e de atividades criminosas.

Segundo avançou o procurador-geral da República angolana, Álvaro da Silva João, a medida, anunciada na última sexta-feira, foi tomada por haver indícios suficientes de delitos.

“Esta medida foi adoptada porque nos autos há indícios suficientes da prática de delitos como associação criminosa, fraude fiscal, exportação ilícita de capitais, abuso de confiança e outros atos ilegais”, pode ler-se no comunicado.

Em 2019, cerca de 300 bispos angolanos da IURD se afastaram da liderança brasileira, denunciando práticas contrárias à “realidade de Angola e da África” e acusando a igreja de sonegação fiscal.

Advertisement

O processo contra  IURD foi aberto em Dezembro, com denúncias de bispos angolanos da própria igreja alegando que ela tinha práticas contrárias à “realidade de Angola e da África” e a acusando de sonegação fiscal.

Advertisement
Advertisement
Loading...

Editor chefe do Moz Massoko, empreendedor digital, Trabalho também com marketing de afiliados, nos tempos livres gosto de aprofundar os meus conhecimentos sobre internet Marketing. | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: